quinta-feira, 8 de junho de 2017

CRISTO – O PRIMOGÊNITO DA CRIAÇÃO DE DEUS



Em Col. 1:15 Paulo escreveu: "O qual é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação".
Como harmonizar – "o primogênito de toda a criação" – com idéia da eterna preexistência de Cristo?
Os eternos negativistas da divindade de Cristo, afirmam que nesta passagem a palavra primogênito tem sentido temporal, "de modo que ele está classificado entre as criaturas de Deus, sendo o primeiro entre elas". Seja Deus Verdadeiro, página 35.
Que significa a palavra primogênito?
Quase sempre se pensa neste termo com sentido temporal, significando única e exclusivamente o primeiro gerado ou nascido, mas este estudo visa provar que além desta acepção a palavra é usada na Bíblia com o significado de posição de preeminência. Às vezes, primogênito significa um filho amado em grande maneira, o preferido entre os demais. O termo chega a ser usado com o sentido de um qualificativo superlativo: Isaías 14:30 afirma: "Os primogênitos dos pobres serão apascentados", isto quer dizer: Os mais pobres, os paupérrimos serão apascentados.
A palavra grega para primogênito é prwtotokov – protótokos.
A palavra pode e é usada na Bíblia para a primeira criança que nasce. Gên. 25:25; Num. 18:15; Luc. 2:7; Heb. 11:28.
Referindo-se a Jesus esta palavra é usada sete vezes no Novo Testamento. Duas vezes, de seu nascimento através de Maria Mat. 1:25; Luc. 2:7. Cinco vezes, não do nascimento físico, mas em sentido figurado.
Rom. 8:29 - Primogênito entre muitos irmãos;
Col. 1:15 - Primogênito de toda a criação;
Col. 1:18 - Primogênito dentre os mortos;
Heb. 1:6 - Deus, introduz o primogênito no mundo;
Apoc. 1:5 - Primogênito dos mortos.
Destas sete referências a Cristo, a que merece especial tenção é a de Col. 1:15. Notem bem que Paulo não diz que o Filho de Deus foi a primeira criação, mas o primeiro de toda a criação. Na sua relação com Deus, Cristo jamais é chamado primogênito, mas sim unigênito, ou ainda melhor - único, como é visto noutro capítulo desta apostila.
Será que com a frase - primogênito de toda a criação - Paulo almejava mostrar que Jesus foi o primeiro ser criado, ou que ele é o primeiro em posição? O contexto e a Analogia da Fé, nos provam que não há aqui a idéia de ser o primeiro gerado, mas o que tem a primazia sobre tudo. Col. 1:18.
Heb. 1:6 nos indica de modo bem claro que a palavra primogênito indica a preeminência de Cristo e o seu domínio sobre todas as coisas.
O eminente professor de grego nas Universidades de Tennessee e Yale, Isbon T. Beckwith, em seu livro Apocalypse of John, comentando a passagem de Apoc. 1:5 afirma que a palavra "protótokos" em primogênito, tem o sentido hebraico de o mais notável em categoria principesca.
F. C. Bruce em seu Commentary on The Epistle to The Hebrews, página 15 nos diz: "Cristo é chamado o primogênito de toda a criação, porque Ele existe antes de toda a criação e porque toda a criação é herança dele."
Entre os judeus todo primogênito tinha o direito de reclamar quatro privilégios:
1º) A consagração a Deus. Êxo. 13:2, 13, 15; 22:29;
2º) O direito de sucessão nos poderes paternos. Deut. 21:17;
3º) A bênção especial do pai;
4º) Dobrada porção da herança material paterna. Deut. 21:17.
(Ver: "Primogenitura", Dicionario de la Santa Bíblia, New York, página 525).
Se os judeus tivessem sido leais a Deus haveriam participado dos poderes da primogenitura em sua forma mais ampla. (Êxo. 4:22 – "Dirás a Faraó: Assim diz o Senhor: Israel é meu filho, meu primogênito.).
1º) Israel foi o único povo da terra consagrado a Deus;
2º) Recebeu uma bênção especial quando saiu do Egito;
3º) O direito de chegar à ser "a cabeça" das nações, como império mundial (Dan. 2:44) e ser reais sumo sacerdotes.
4º) Receber a herança da Canaã Celestial.
Todos estes privilégios fizeram com que a palavra fosse empregada figuradamente com o significado de preeminência, respeitabilidade, pessoa digna de toda a atenção.
Temos muitas referências bíblicas que provam esta preeminência, tais como:
Gên. 41:50-52 - José tinha dois filhos, sendo Manassés o primogênito, mas Jeremias 31: 9 afirma: "Efraim é o meu primogênito."
I Sam. 16:10-12 - Davi sendo o mais jovem entre sete irmãos foi ungido rei. Sem preeminência cronológica recebeu as prerrogativas do primogênito - Salmo 89:20, 27.
I Crôn. 26:10 - Sinri, tampouco era o primogênito, apesar disso foi eleito o principal.
Êxodo 4:22 - Moisés devia dizer a Faraó: "Israel é meu filho, meu primogênito." Esta afirmação indica os privilégios deste povo, que É chamado na Bíblia de escolhido, santo, especial e de muitos outros títulos elogiosos. Deut. 7:6-7.
Estes privilégios não permaneceram para sempre com Israel, como a História Bíblica nos confirma, mas se reuniram na pessoa de Cristo, como se conclui do cotejo de várias passagens:
Ezeq. 21: 27 – "Ruína! Ruína! A ruínas a reduzirei, e ela já não será, até que venha aquele a quem ela pertence de direito; a ele a darei."
Salmo 110:4 – "O SENHOR jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque."
Zacarias 6: 13 – "Ele mesmo edificará o templo do Senhor, e será revestido de glória; assentar-se-á no seu trono e dominará, e será sacerdote no seu trono e reinará perfeita união entre ambos os ofícios.
Gênesis 49:10 – "O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de entre os seus pés, até que venha Siló; e a ele obedecerão os povos.
Miquéias 4:8 – "A ti, ó torre do rebanho, monte da filha de Sião, a ti virá, sim, virá o primeiro domínio, o reino da filha de Jerusalém.
Heb. 4:14 – "Tendo, pois a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firme a nossa confissão."
Dentre os personagens do Velho Testamento, José e Davi estão entre aqueles que mais se destacaram e não sendo primogênitos pelo nascimento receberam este título em virtude do destacado papel que desempenharam na história do antigo Israel. Ao pensarmos no título de excelência que receberam - primogênito - e sendo eles um símbolo de Cristo, entenderemos melhor porque nosso Salvador, cinco vezes, recebeu dos escritores bíblicos esta nobilíssima menção.
W. E. Read, em artigo inserto no Ministério Adventista, setembro e outubro de 1964, página 20, escreveu:
"Isto é algo do que Deus queria indicar ao falar de seu 'Primogênito'. O que se aplica a Israel como povo, aplica-se num sentido muito mais amplo ao Messias – a Cristo Nosso Senhor. Na palavra 'primogênito', portanto, a ênfase não está necessariamente na descendência física, mas na posição de dignidade, honra e preeminência. Todas as prerrogativas da primogenitura foram atribuídas a Jesus, mas num sentido muito mais amplo e completo".
Cita ainda o mesmo autor de Adão Clarke:
"Eu o farei Meu Primogênito. Lidarei com ele como um pai o faz com seu filho primogênito, a quem pertence uma porção dobrada das posses e das honras. A palavra primogênito nem sempre tem um significado literal nas Escrituras. Ela muitas vezes significa simplesmente filho benquisto ou mais amado; alguém que se estima acima de todos os outros, e se distingue por alguma prerrogativa elevada. Assim Deus chama Israel Seu Filho, Seu primogênito. Êxodo 4:22. No mesmo sentido ela é, às vezes, aplicada ao próprio Jesus Cristo, para indicar Sua supereminente dignidade".
Adão Clarke, Commentary on the Bible, sobre o Salmo 89:27.

CRISTO – O PRIMOGÊNITO

S. João nos diz que Cristo ê o "primogênito dos mortos" Apoc. 1:5. O primogênito dos mortos foi Abel, porém Cristo é o principal de todos os que têm morrido, o mais amado de Deus entre os mortos ressuscitados. Assim é o "primogênito" de toda a criação (Col. 1:15), não por ser o primeiro ser criado (Ele é Pai Eterno: Isaías 9:6) senão "para que em tudo tenha a preeminência" (Col. 1:18).
Cristo é o principal de toda a criatura porque é "o Primogênito do Céu" (DTN, 51); e o Primogênito da Terra: "ao introduzir o Primogênito no mundo, diz: E todos os anjos de Deus o adorem." (Heb. 1:6).
O Filho de Deus é o primogênito, porque é "sobre todo principado e autoridade, e poder, e dominação e sobre todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro". Efésios 1:21.
Cristo é o primogênito de Deus porque:
1º) Tem sido eleito: Mat. 3:17; I Pedro 2:4;
2º) Tem recebido a bênção do Pai: Salmo 118:26; Luc. 1:42;
3º) Será sucessor do Pai como juiz: Atos 10:42; e Rei e Senhor do Universo: Lucas 1:32; I Tim. 6:15;
4º) Foi chamado o mais amado do Pai: Mat. 3:17; Luc. 9:35;
5º) Foi exaltado ao máximo por Deus. Fil. 2:9.

CONCLUSÃO

Um dos principais problemas envolvidos com este tema ê que a linguagem humana ê inadequada, por suas limitações, para expressar conceitos envolvidos com as coisas divinas. Todos os comentaristas têm chegado à conclusão unânime de que a palavra protótokos aplicada a Cristo não significa o primeiro a ser criado. Se Paulo visasse afirmar isto de Cristo ele teria usado o vocábulo protoktistos.

Um comentário: